Pensou em ser amor ?

Já pensou? Pensou se ao invés de julgar o nosso caminho, pedissem os nossos sapatos emprestados, para sentir como o calo no nosso pé se formou? Já pensou? Um mundo onde não julgassemos alguém com desdém, seja lá pelo que for ?Não menosprezar uma dor,seja ela qual for. Não julgar pela cor. Não ficar ao […]

Leia mais Pensou em ser amor ?

Da série: Biroliro Nero Lies

Bolsonero governa por decretos e passa o tempo arrumando encrenca não só no Brasil, como também com alguns países e seus representantes, por suas palavras chulas, sobre aspectos que ele nem deveria prestar atenção. Fora que ele deve ter o espírito de papagaio, daqueles bem mau informados, que só repetem que tudo é ameaça comunista […]

Leia mais Da série: Biroliro Nero Lies

Um universo que brilha e queima.

O que o seu pensamento capta do seu coração? Em que você transforma os fragmentos de decepções espalhados por sua vida? Quanto tempo demorou até se reerguer e ficar de pé? Entendeu que nem tudo é sobre isso? Quando você dá seu melhor sorriso e gesto amigo, a vida é sobre isso. Quando você resolve […]

Leia mais Um universo que brilha e queima.

Auto – retrato

Dizem que costumo agir mais com a emoção do que com a razão. E ainda acrescentam que eu penso demais para tomar decisões. E é justamente por isso, que sou razão pura, negativando essa impressão “emocionada” que as pessoas possuem em relação ao meu ser. Faço o tipo que não magoa por maldade, e quando […]

Leia mais Auto – retrato

Catastróficamente humana

Catastrofizando. É sempre essa palavra que escuto sair da boca das pessoas quando eu fico pensando e falando demais, em algo que me deixa emocionalmente abalada. Quem está perto, mas nem sempre ouvindo a minha “música”, diz que adoro sofrer por antecipação. Aí, eu me calo.Por segundos, me arrependo de ter verbalizado, e sigo apenas […]

Leia mais Catastróficamente humana

De todas as loucuras, as minhas.

De todas as loucuras que já fiz, as que mais me deixaram bem, eu não posso contar. É a lei do “fiz sem postar”. Só vivi, senti e enlouqueci. E o quanto foi bom, só eu sei, quando relembro tudo e acabo sempre sorrindo. Tive uma adolescência farta de festinhas, briguinhas, perrengues, dança, e muitos […]

Leia mais De todas as loucuras, as minhas.